quinta-feira, 5 de março de 2009

Não quero o seu "perfume"

Sejam bem-vindos, poucos e queridos leitores!!! Hoje vou fazer uma postagem apenas com o intuito de deixar público minha revolta com um fato que tem acontecido com muita frequência, digamos que diariamente, em minha humilde e feliz vida: Os fumantes.
v
Não tenho nada contra quem fuma, cada um se mata de forma que achar melhor. O problema é o cidadão alimentar o seu vício em locais públicos, como pontos de ônibus. Imagine a seguinte situação, sendo você fumante ou não: você acorda cedo, toma aquele belo banho, veste uma roupa limpa, passa aquele perfume, pois quem sabe você terá uma reunião, ou apenas está tentando impressionar uma colega de trabalho, e eis que surge na sua frente uma pessoa pitando. Não satisfeita, ela se posiciona de uma forma onde o vento joga toda a fumaça nas outras pessoas e você nem ninguém podem fazer nada, pois assim como o ilustre viciado, estão esperando o buzão. Tudo bem, a raiva passa, porém o cheiro de cigarro fica. Mas parecendo que o mundo conspira contra você, assim que desce do ônibus, anda por uma calçada estreita, cheia de gente e, para completar, com barracas de ambulantes em toda sua extenção. Eis que você se depara com outro “colega” fumante bem na sua frente: ele vai feliz e contente fumando e soltando toda a fumaça recém passada pelos pulmões para fora, que, logicamente, vai para você, que não tem para onde fugir com a rapidez de que gostaria e acaba esbravejando em silêncio.
v
O fato é o seguinte: as pessoas fumam, ou não fumam, problema de cada um. A questão é que fumar em locais onde a fumaça vai atingir outras pessoas não é legal. Ninguém é obrigado, nem quer, compartilhar a fumaça usada de um fumante. Penso que por uma questão de respeito e de pensamento coletivo, os fumantes deveriam ponderar essa situação.
v
Antes que alguém tente se justificar, sim, cada um faz o que quiser e onde quiser, concordo, mas desde que isso não incomode nem prejudique ninguém.

8 comentários:

Osório Filho disse...

Acho que o ideal mesmo seria que ninguém fumasse, né?? Ia ser tão melhor para a saúde de todo mundo.. inclusive dos próprios fumantes...

Mas enfim, né? Pelo menos senso as pessoas deviam ter... totalmente!

:)

thayze darnieri disse...

concordo.. ideal qe ninguém fumasse! e se insiste em fumar, qe não prejudiqe a saude e o beem estar dos outroos.

(imaginei toda a cenaa!)

railer disse...

você está certíssimo! isso é uma praga! eu também fiz uma postagem tempos atrás sobre essa questão.

DinhoGyn disse...

Amigo,

Nem vou falar da questão da Boate né. Pq tipo, se minha mãe não me conhecesse diria que na balada eu fumei uma caixa de cigarro tranquilamente... huahuahhaa
Ufa!

Aaaaaah! Quando é comigo eu fico olhando bem na cara dele... bem nos olhos, e aquele olhar de ódio. huahuaha
Dps te ensino as técnicas.
kkkkkkkkk

Vai de leke por serviço...
É uma opção...huahuahaa
=D

Vitor Veríssimo disse...

hauuhuahua...ir d leke pro serviço seria uma piada....com penas ainda...hhuauahuahuha

Lupaudi disse...

Vitor...adorei o texto...concordo em grau, número e gênero...NÃO ao cigarro....

Everaldo disse...

Vamos atualizar.

Quero isso aqui como uma leitura diária minha, oras.
Por favor né, Vitorino.

sin disse...

Consegui me ver descrito em seu texto.
Concordo totalmente. Vamos publicar isso na folha de São Paulo. Precisamos fazer uma corrente, uma passeada... uma parada.
kakakaka